Gastroenterologia


O serviço de Endoscopia Digestiva da Clínica São Vicente oferece os seguintes exames e procedimentos diagnósticos e terapêuticos:

- Colonoscopia
- Endoscopia Digestiva Alta
- Retossigmoidoscopia Flexível
- Colangiopancreatografia Retrógrada Endoscópica

Endoscopia Digestiva

O exame de Endoscopia Digestiva Alta provoca às vezes receios infundados. Na verdade, é mais simples e menos invasivo do que, em geral, as pessoas imaginam. É indicado para o exame do tubo digestivo superior (esôfago, estômago e duodeno). As doenças mais freqüentemente diagnosticadas são inflamações no esôfago (esofagites), hérnia de hiato, úlceras, gastrites, inflamações no duodeno (duodenites) e tumores. Pela Endoscopia são possíveis a remoção de pólipos e lesões malignas pequenas e superficiais e o tratamento de problemas como dilatação de áreas estreitadas, varizes no esôfago, bem como a interrupção de sangramento de úlceras e a colocação de sondas para alimentação.

O exame simples, sem procedimento terapêutico associado, dura de cinco a dez minutos, sob sedação indicada apenas para diminuir a ansiedade e o desconforto do paciente. Um tubo bastante fino e flexível é introduzido na boca e percorre a parte superior do aparelho digestivo. O sistema de vídeo-endoscopia permite ao médico observar através de um monitor a mucosa que está sendo examinada.

Colonoscopia

Exame indicado para investigar doenças do intestino, tais como pólipos, doença diverticular, diarréias, constipação e tumores. É também utilizado para a prevenção de câncer de intestino e para a detecção precoce do câncer. Antes do exame é feita uma “limpeza” do intestino, através de dieta apropriada e medicamento laxativo.

O aparelho, um tubo fino e flexível com uma câmera acoplada para permitir a visão da mucosa do intestino grosso, é introduzido no ânus. O exame é feito sob sedação com monitorização constante. Durante a colonoscopia, alguns procedimentos terapêuticos também podem ser realizados, como a retirada de pólipos. O risco de complicações é muito pequeno, em torno de 0,2% a 0,5%, segundo estatísticas mundiais, desde que realizado por equipe experiente e com os equipamentos adequados.

Retossigmoidoscopia

Neste caso, a Colonoscopia é restrita a uma área específica do intestino, abrangendo apenas o reto e uma parte do intestino grosso (sigmóide). É indicado para investigar neoplasias e também em casos de diarréia aguda e sangramentos baixos em situação de Emergência, quando a necessidade de uma maior rapidez diagnóstica impede que se faça o preparo do cólon.

Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica

É o exame indicado para a investigação de tumores, obstruções e cálculos nas vias biliares e no pâncreas. É realizado no centro cirúrgico com acompanhamento radiológico. Um cateter é introduzido pelo tubo flexível do endoscópio até a papila duodenal, onde é injetado contraste que vai possibilitar a visão dos canais biliares. Remoção de cálculos, drenagens e colocação de próteses são algumas das indicações terapêuticas da colangiopancreatografia.

Por se tratar de um método complexo, que envolve estruturas extremamente delicadas, é necessário que o paciente fique internado por pelo menos 12 horas em observação após o exame. O risco de complicação, em torno de 2%, é considerado baixo em comparação à opção cirúrgica e levando em conta a gravidade dos pacientes.

OBS: Antes de qualquer exame, o paciente, ou pessoa responsável, é informado e orientado sobre todas as possibilidades e, como norma de rotina, assina um termo de consentimento para a realização.

© Copyright 2012 Clínica São Vicente - Todos os direitos reservados.     |     Desenvolvido por Wyse Group, Brasil